“Is this Brazil?” é um projeto de dança contemporânea de duas artistas que embora tenham percursos completamente distintos, encontraram-se em torno de uma temática comum: o que materializa e significa o corpo brasileiro. Clara Lee Lundberg e Mariana Pimentel conheceram-se em Viena, Áustria (durante o Danceweb Scholarship/ Impulstanz Festival 2011) e perceberam afinidades que existiam em suas criações artísticas.

O que é uma dança “brasileira”? É o ritmo algo que já nasce com alguém? É possível ouvir o silêncio no Brasil? Os brasileiros são pessoas sempre felizes que sabem dançar samba? No projeto “Is this Brazil?” investigamos como o preconceito, os clichês e a corporalidade estão relacionados com a imagem que o Brasil representa para o mundo e para si mesmo. Numa atmosfera relaxada e descontraída, a performance “ Is this Brazil?” apresenta dois solos: “ Direito de Sambar” (Clara Lee Lundberg) e “We don ́t have money but we are funny” (Mariana Pimentel), seguidas de um pequeno debate performativo. Dependendo do contexto e do espaço oferecido, as performers recebem o público com uma bela festa brasileira, com direito à caipirinha, sucos e pequenas guloseimas oferecidas pela equipe do espetáculo.

 

→ Assista aqui os solos que compõem “Is this Brazil?”

 

“Direito de Sambar”
Clara Lee Lundberg
O solo explora clichés e estereótipos sobre Brazil, e pesquisa tópicos como violência, corpos, ritmo, sexualidade e dança.

“Direito de sambar”
Uma rainha do samba falhada.
Funk com pussy-power.
Um pouco de bossa, um pouco de violência, um pouco de sexo. Todo mundo tem o direito de sambar.

Ficha Técnica:
Coreografia e Interpretação: Clara Lee Lundberg
Ideia e Conceito: Clara Lee Lundberg com a colaboração de Malena Sjostedt
Assistente de coreografia: Carima Neusser
Música: Carl Bromell
Vídeo: Roberto Peyre

Este espetáculo teve sua estreia em Setembro de 2014 no The Swedish Arts Grant Committee, Estocolmo, Suécia e foi apresentado no Teatro Café Pequeno, Rio de Janeiro-RJ.

 

“We don’t have money but we are funny”
Mariana Pimentel
“We don’t have money, but we are funny” é um solo de dança contemporânea baseado na percepção do olhar estrangeiro em relação a cultura brasileira, que trouxe diferentes questões sobre o que é parte de uma identidade cultural e como a relação com o próprio país pode ser diversa com o passar do tempo. O resultado é um hibridismo entre o clichê e a desconstrução, a superfície da imagem e a sua profundidade, o que é óbvio e o que é ambíguo, assim por diante.

Ficha Técnica:
Criação e Interpretação: Mariana Pimentel
Orientação Dramatúrgica: Francisco Camacho
Desenho de luz: Carlos Ramos
Música: Aviões do Forró, Chico Buarque e Ataulfo Alves.
Video: Flavia Diab, Paula Urbano e Fabiano Araruna.

Agradecimentos:

Cátia Leitão, Francisco Camacho, Diogo Bento, Rui Horta, Julia Culau Reis, José de Almeida Pimentel Neto, Jose de Almeida Pimentel Junior e Moema Barbosa Pimentel.

Circulação:

Projeto Whitebox, Galeria Appleton Square, Lisboa – Portugal; Festival Tanz.Tag 10, Viena – Áustria; Abundance Festival, Karlstad – Suécia; Festival Solos de Dança Contemporânea, Centro Cultural Malaposta, Lisboa – Portugal; 1o Andar – Mostra de Criadores Emergentes, Quarta Parede, Covilhã – Portugal; Festival Movimento D – Brasília – DF; Solos na Sala – Brasília-DF; The Swedish Art Grants Committee, Estocolmo- Suécia; Teatro Cacilda Becker- “O(cu)paração – Acontecimento Corpo”, Rio de Janeiro-RJ; Festival Lugar Nômade, São Paulo- SP; Teatro Café Pequeno, Rio de Janeiro-RJ; Galeria DeCurators no contexto da programação Face a Face, Brasília-DF.

 

ESTE TRABALHO ESTÁ DISPONÍVEL PARA CIRCULAÇÃO
Se é programador de um teatro ou festival poderá solicitar o acesso ao vídeo integral do espetáculo, fotografias em alta resolução (jpg 300dpi), riders técnicos, biografias e identidades visuais através do e-mail: marianapimentel@dosvoos.com.br / Tel : 55 – 21982319959.

 

 

 

CONTATO

Para nos achar, mande uma mensagem!
Teremos o maior prazer em fazer contato!